Documentos para viajar de avião: saiba quais são necessários

Viajar é um momento bom e necessário para descanso e relaxamento. Muitas expectativas são criadas nesse momento, mas é preciso se atentar à documentação correta no embarque.

Você sabe quais são os documentos necessários? Para entender melhor sobre o assunto, acompanhe o post e fique por dentro das nossas melhores dicas!

Documentos para viajar de avião

O planejamento é um passo indispensável na escolha de qualquer viagem. Por isso, conhecer o que precisa levar evita aborrecimento e proporciona tranquilidade ao sair de casa.

Visando esclarecer dúvidas, confira o que é essencial nas circunstâncias de viagens nacionais e internacionais.

 

Voos nacionais

Inicialmente cabe esclarecer que os documentos para viagem de avião no território nacional devem ter fé pública, além de foto e data de validade em dia. Fique atento aos prazos e fuja de problemas com voo.

 

Brasileiro Nativo

O brasileiro nativo pode apresentar os seguintes documentos:

  • habilitação;
  • passaporte;
  • registro geral;
  • título de eleitor;
  • carteira de trabalho;
  • carteira funcional (OAB, COREN).

Além desses, é autorizado a apresentação de:

  • registro nacional de estrangeiros;
  • documento nacional de identidade;
  • identidade de diplomatas e cônsules.

Enfim, são diversas formas de embarcar com segurança, basta se programar e organizar a papelada.

Caso não tenha o documento físico por alguma razão, pode ser apresentada versão digital ou cópia autenticada. Apenas se atente ao prazo, pois é necessário que os documentos tenham até 10 anos de emissão.

 

Estrangeiro

O estrangeiro que deseja embarcar em voos domésticos deve portar:

  • passaporte;
  • Identidade Diplomática;
  • Cédula de Identidade de Estrangeiro;
  • Carteira de Registro Nacional Migratório;
  • Registro Nacional de Estrangeiros (RNE).

Passageiros com nome social

Esse é um caso peculiar que precisa ser analisado com cautela. Travestis ou transexuais que tenham carteira de identidade social podem viajar de forma tranquila e as empresas devem aceitar normalmente.

Porém, o nome do documento necessita ser o mesmo que consta na passagem. Ou seja, se no bilhete aparecer o social e na identificação estiver o civil, não é possível embarcar.

Voos internacionais no Mercosul

Para viajar pelos países do Mercosul (Argentina, Paraguai, Uruguai e Venezuela) e locais que tenham acordos com o Brasil, é permitido embarcar sem passaporte. Logo, basta apresentar documento com foto em dia.

 

Viagens que exigem visto

Antes de investir na passagem, é muito importante consultar o consulado do país de destino e se informar sobre a necessidade do visto, já que as regras variam. Apesar disso, vale lembrar que todos os destinos exigem passaporte válido por pelo menos 6 meses contados a partir da data do retorno.

 

Embarque de crianças e adolescentes

Para viajar com criança e adolescente até 12 anos, você precisa da certidão de nascimento em mãos. Após essa idade, é imprescindível portar o Registro Geral (RG).

Nas viagens de crianças acompanhadas dos parentes próximos é exigido documento que comprove parentesco. Já nos passeios internacionais, é essencial a apresentação do passaporte, e caso a criança esteja acompanhada de apenas um dos pais, o outro responsável precisa autorizar.

Se a viagem for fora da comarca, onde a criança ou adolescente reside (menor de 16 anos), e desacompanhada dos pais, o embarque só acontece com autorização judicial.

 

Outros documentos

Se deseja viajar com pet, leve certificado sanitário. Ele é obtido com veterinário e tem duração de três dias.

Sendo voo internacional, tenha o Certificado Veterinário Internacional (é possível conseguir com profissional do Ministério da Agricultura).

Outro ponto significativo são as mulheres grávidas. Em geral, gestantes de até 27 semanas podem viajar normalmente, seja para destinos nacionais quanto internacionais.

Porém, é necessário avisar à companhia sobre gravidez no momento da aquisição da passagem. A partir da 28.ª semana, é obrigatório mostrar atestado médico, autorizando a viagem, e precisa ser emitido em até sete dias antes do voo.

O profissional listará as seguintes informações:

  • datas dos voos;
  • origem e destino da viagem;
  • tempo máximo de voo permitido;
  • idade gestacional e parecer médico;
  • estimativa da data de nascimento do bebê.

Para que você separe os documentos e viaje de avião da forma correta, é importante se atentar aos detalhes. Cada companhia aérea solicita um tipo de documento. Por essa razão, verifique antes de comprar de modo a evitar problemas no check-in e embarque ao destino.

Gostou de entender sobre a temática? Aproveite e saiba quanto custa cancelar um voo e quais são os seus direitos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Baixe agora o manual para planejar sua viagem!

Neste Manual do Planejamento de Viagem, a direitojá traz todas as dicas para os viajantes organizarem suas viagens de avião e evitarem imprevistos na sua jornada.