Fraudes no Dia do Consumidor

Evite cair em fraudes no dia do consumidor!

As pessoas se empolgam nas semanas de promoções decorrentes do esperado Dia do Consumidor. Nesse período, o número de transações aumenta, sendo realizadas, principalmente, via internet, em razão da facilidade e praticidade das compras on-line.

Contudo, existem empresas que agem com desonestidade e aplicam golpes. Você sabe como evitar ou buscar a melhor solução para esses casos? Ou, como fugir desses enganos ou ilegalidades? Continue a leitura e não perca nossas dicas!

Aqui você verá:

    • Caiu em fraude? Saiba o que fazer!

Dicas para evitar fraudes no Dia do Consumidor

Os consumidores estão comprando mais, devido ao acesso facilitado ao crédito e simplicidade em realizar compras pela internet. Com isso, o número de tentativas de fraudes no e-commerce também cresceu, tendo aumento de cerca de 32% em 2021.

Para resguardar seus direitos, veja algumas dicas sobre como evitar eventual prejuízo.

Evite sites desconhecidos

O ideal é buscar sites conhecidos no momento da compra. Não observe apenas o preço, veja também a idoneidade da empresa a partir da avaliação de outros consumidores na própria plataforma da compra ou em sites como o consumidor.gov.br.

Além disso, as plataformas de venda precisam fornecer dados confiáveis, como de comunicação e atendimento ao cliente, além das políticas de troca, termos de uso da plataforma e política de privacidade dos dados pessoais dos clientes. Assim, suspeite de sites que não tenham informações e políticas claras.

Pesquise o que falam do e-commerce

A internet é um ótimo meio de pesquisar informações. Por isso, entenda o funcionamento da dinâmica do comércio digital e como as empresas atuam. Vale a pena dar uma olhada em portais como o ReclameAQUI, blogs especializados e comentários do Google Meu Negócio.

Acompanhe o histórico de preço dos produtos

Acompanhar o histórico de preço é uma estratégia excelente para quem busca economizar nas compras. Isso porque os sites que agem de má-fé aumentam o preço do produto poucos meses antes do Dia do Consumidor e, na data comemorativa, baixam o valor para causar aparência de oferta.

Verifique o preço do frete

Confira se o desconto ofertado compensa o valor do frete. Há lojas que baixam o preço do produto, mas a taxa de entrega é quase o valor da aquisição.

Além disso, existem comerciantes que aumentam o preço do frete para cobrir o desconto no valor do produto, causando uma sensação de oferta ao comprador que não se atenta a esse detalhe.

Tenha atenção ao prazo de entrega

Verifique com atenção a questão do prazo de entrega. A depender do tempo de envio, não compensa investir em determinada loja. Faça uma busca aprofundada sobre todos os pontos da sua aquisição, para não ser lesado por atraso na entrega da compra on-line.

Verifique as formas de pagamento

Atente-se para as condições de pagamento, e não apenas ao preço. Procure saber se é possível parcelar, qual o valor dos juros e se o desconto à vista é vantajoso.

O Código de Defesa do Consumidor (CDC) elenca outras formas de pagamento além do cartão de crédito. Se o site dispuser apenas de uma modalidade de recebimento é provável que não seja uma instituição séria.

Confira os contatos da empresa

Antes de fechar a compra, verifique se o estabelecimento disponibiliza meios de contato seguros. Certifique-se de que, caso tenha algum problema, consiga falar facilmente com o suporte ou atendimento ao cliente.

Conheça o Código de Defesa do Consumidor

Independentemente do tipo de compra que realize, seja ela de forma on-line ou presencial, é importante que todos conheçam seus direitos do consumidor. Seu código específico, o Código de Defesa do Consumidor (CDC), é uma legislação simples, que você encontra com tranquilidade na internet.

A partir do conhecimento dos direitos básicos você pode evitar inúmeros problemas. As normas estabelecidas no Código de Defesa do Consumidor mostram quais os seus direitos em uma relação de consumo e a identificar quando o fornecedor age com má-fé.

Tenha atenção em compras internacionais

Quando sua opção for por mercadoria internacional, redobre a atenção. Existem lojas virtuais e e-commerces que costumam ter frete elevado para o Brasil, e você arrisca sofrer tributação extra na compra.

Além disso, as plataformas estrangeiras são regidas pela legislação do país de origem, e não pelas leis do Brasil. Dessa forma, as regras de defesa do consumidor podem não ser aplicáveis em parte a depender do local de origem do site internacional em que realizar a sua compra.

Caiu em uma fraude? Saiba o que fazer!

Se você caiu em uma fraude, é preciso ter cautela para tomar as melhores decisões. Segue, abaixo, algumas dicas!

Ações imediatas

Se você foi vítima, entre em contato imediatamente com a loja virtual. Se ela não resolver o problema, contate seu banco ou administradora do cartão de crédito para verificar a possibilidade de clonagem — o que mudará as ações a serem tomadas — e solicitar bloqueio do cartão.

Procon

Mais uma opção recomendada é acionar a Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) do seu Estado e fazer uma denúncia, caso não consiga resolver com a loja. Assim, você garante seus direitos e embasa uma possível ação judicial. Inclusive, a reclamação pode ser feita de forma virtual ou presencial na agência.

IDEC

O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (IDEC) é uma entidade sem fins lucrativos que luta pela defesa e proteção dos direitos do consumidor. Para acionar sua equipe, é necessário se registrar no site. Após a anotação, você tem acesso a ferramentas capazes de verificar chances de êxito em eventual demanda.

Delegacias especializadas em crimes virtuais

Na hipótese das denúncias efetuadas nos órgãos de proteção ao consumidor não surtirem efeito, procure ajuda em uma delegacia especializada em crimes virtuais próxima a você. E a reclamação pode ser incluída em plataformas digitais, assim, sem sair de casa você pode se proteger de golpes em compras on-line.

Plataformas digitais de direito do consumidor

Com a possibilidade de abrir denúncia on-line em caso de compra pela internet, as plataformas digitais asseguram que os direitos lesados sejam compensados financeiramente.

O objetivo da plataforma é facilitar o acesso à justiça ao disponibilizar conhecimentos jurídicos a respeito do assunto, além de conscientizar sobre o tema para alertar possíveis danos.

Você pode aproveitar o Dia do Consumidor sem sofrer prejuízos, basta estar ciente das decisões com base nos direitos dos consumidores e se resguardar analisando todos os dados das empresas antes de comprar.

E se o produto vier com avaria, o que você pode fazer? Veja quais são seus direitos caso receba um produto com defeito!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Baixe agora o manual para planejar sua viagem!

Neste Manual do Planejamento de Viagem, a direitojá traz todas as dicas para os viajantes organizarem suas viagens de avião e evitarem imprevistos na sua jornada.